abusesaffiliationarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upattack-typeburgerchevron-downchevron-leftchevron-rightchevron-upClock iconclosedeletedevelopment-povertydiscriminationdollardownloademailenvironmentexternal-linkfacebookfiltergenderglobegroupshealthinformation-outlineinformationinstagraminvestment-trade-globalisationissueslabourlanguagesShapeCombined Shapelocationmap-pinminusnewsorganisationotheroverviewpluspreviewprofilerefreshnewssearchsecurityPathtagticktooltiptwitteruniversalityweb

This page is not available in English and is being displayed in Portuguese

Article

[DOC] Porque os direitos humanos são importantes: um guia de referência para integrar os direitos humanos dentro das comunidades e no trabalho de desempenho social da Rio Tinto

Sabemos que nossas decisões e ações, inadvertida ou deliberadamente, podem resultar em impactos humanos negativos. Reconhecemos também que respeitar os direitos humanos é um processo contínuo, o qual sempre nos esforçaremos para aprimorar. Estamos determinados a ser proativos. Embora seja tentador acreditar que a simples decência humana possa ser nosso norte, a complexidade de nossa interação com as comunidades locais e as questões de direitos humanos que surgem como resultado requerem uma abordagem sistemática e orientação especializada. Este guia está focalizado no que a devida diligência, avaliação de risco e participação da comunidade significam em um contexto de direitos humanos, examina por que os direitos humanos são importantes no trabalho com Comunidades e Desempenho Social (CDS) e ilustra como nossos sistemas e processos se alinham com os padrões e expectativas internacionais, usando exemplos reais encontrados em nossa empresa. O guia é escrito primeiramente para nossos profissionais de CDS, que interagem diariamente com as ¬comunidades que nos acolhem e querem "fazer a coisa certa", com respeito aos dilemas que encontram. Esperamos, no entanto, que seja de uso de todos os funcionários da Rio Tinto e do que atraiam outros interessados que queiram compreender como vemos a questão de nossa “responsabilidade em respeitar aos direitos humanos.

Story Timeline