Brasil: Milhares foram desapropriados para Copa e Olimpíadas & ainda sofrem impactos; pesquisadora afirma que moradores pobres foram retirados de áreas que se queria valorizar

Author: Júlia Dias Carneiro, BBC News Brasil (Brazil/UK), Published on: 26 June 2018

"'Só arrancaram a casa do lugar, e fim': 4 anos depois, desapropriados da Copa questionam remoções desnecessárias", 17 junho 2018
...[A]...Copa de 2014...provoc[ou]...desapropriações..."...Para quê foi feita a Copa? Para tirar as famílias do lugar?" Seu Ramos morreu pouco tempo depois da Copa...de 2014. Sua casa havia sido demolida, e ele estava endividado após construir um cômodo às pressas na parte do terreno que lhe restou, após ter metade de seu lote desapropriado. "Ele estava sufocado. Tinha problema de coração e morreu de infarto...", lamenta ela...Paula só consegue sentir repúdio ao olhar para o estádio construído perto de sua casa...[em Pernambuco]...pela Odebrecht, ao custo de R$ 532 milhões..."...Hoje moramos no Ramal da Copa, com o terreno aberto para a pista, com carros passando, sem segurança, sem vizinhos...", diz. Os dramas de moradores que sofreram desapropriações nos preparativos para a Copa do Mundo de 2014 se repetiram em outras cidades-sede no Brasil, nas quais milhares de remoções foram conduzidas também para abrir espaço para projetos de infraestrutura para o megaevento, como corredores expressos para BRTs (sistema de ônibus rápido) e alargamento de vias...[N]o Rio de Janeiro...mais de 22 mil famílias passaram por remoções ou desapropriações entre 2009 e 2015 – em processos relacionados tanto ao mundial de futebol quanto aos Jogos Rio 2016...[M]uitas famílias removidas no processo de preparação para os megaeventos continuam sentindo os impactos...[:]...precarização da situação de moradia; a contração de dívidas; a ruptura de laços comunitários; a mudança para regiões periféricas e por vezes dominadas por facções criminosas; e processos burocráticos e extensos para receber indenização..."...[N]ão há evidência da utilidade pública que levou à desapropriação de...[900]...famílias naquela região...[de Pernambuco]", afirma...[Ana Ramalho, professora da Faculdade Damas]...Giselle Tanaka, pesquisadora do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional...,...UFRJ,...integrava o Comitê Popular da Copa e das Olimpíadas no Rio...[:]..."...[M]uitas áreas desapropriadas continua[m]...vazias...[isso]...confirma que muitas remoções foram desnecessárias...[,]...não eram motivadas pela necessidade de obras, e sim por limpeza social...[:]...tirar moradores pobres de áreas que se queria valorizar."...[Como]...a Vila Autódromo, ao lado do Parque Olímpico; a favela Metrô Mangueira, próxima ao Maracanã; e as vilas Recreio 1 e 2, onde as remoções deram lugar a um amplo matagal ao lado da avenida das Américas...

Read the full post here

This is a response from the following companies: Odebrecht