Brasil: Jornalista recebe ameaças de morte por artigo sobre racismo contra publicidade do Boticário com família negra como protagonista

Author: Revista Fórum (Brazil), Published on: 8 August 2018

“Jornalista é ameaçado após reportagem sobre ação de racistas contra campanha do Boticário-Jornalista do site da Exame recebeu ameaças após publicar matéria sobre ações racistas contra uma campanha publicitária recentemente veiculada pelo Boticário”, 3 de agosto de 2018.

O editor-assistente do site da Exame, Guilherme Dearo, recebeu ameaças de morte…[em 30 de julho]... por parte de um integrante de um grupo de ódio. Dearo assina um texto sobre comentários racistas a uma campanha publicitária recentemente veiculada pelo Boticário. Na campanha do Dia dos Pais, a marca traz uma família negra como protagonista. Grupos racistas promoveram votação e comentários negativos de modo organizado à peça audiovisual. Por meio de mensagens enviadas ao Facebook pessoal de Dearo, uma pessoa afirma que o rosto do editor está exposto no Stormfront Internacional – conhecido fórum supremacista branco e neo-nazista. “Vamos queimar sua casa contigo dentro. E se não for em ti, vai ser em alguém da sua família”, ameaça. A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji)...se solidariza ao jornalista e repudia as ameaças feitas a ele e à sua família. “Além de um crime tipificado no Código Penal, trata-se de um flagrante atentado direto à liberdade de expressão e ao direito de informação.” Em seu Facebook, Dearo comentou as ameaças sofridas...[:]...”Esse aqui também é um país fundado pelo sangue derramado de milhões de negros e índios e construído pelo suor destes mesmos negros e índios que sobreviveram e lutam por uma terra mais justa e livre do racismo. É um país fundado pelo genocídio e pelo estupro. Isso uma boa aula de história te ensina”...

Read the full post here

Related companies: O Boticário