hide message

Hello! Welcome to the Resource Centre.

We hope you find our free tools and resources useful. Did you know we also work directly with community advocates, providing them with the skills and resources to document corporate human rights abuses and effectively communicate with business?

This is only possible through generous donations from people like you.

Please consider supporting our work.

Thank you,
Phil Bloomer, Executive Director

Donate now hide message

Brasil: Repórter Brasil afirma que após um ano reforma trabalhista aumentou informalidade, perda de direitos para trabalhadores rurais e enfraqueceu sindicatos

Author: Daniela Penha, Repórter Brasil (Brazil), Published on: 5 December 2018

“Nova CLT reduziu acordos coletivos, gerou demissões em sindicatos e cortou direitos do trabalhador rural; redução no número de desempregados deve-se ao aumento da informalidade”, 12 de novembro de 2018

...[D]esde a mudança da legislação trabalhista...[,]...houve aumento da informalidade, redução no número de acordos coletivos, perda de direitos para trabalhadores rurais e enfraquecimento dos sindicatos...[A]...manutenção do alto número de desempregados é um indicativo de que flexibilizar as regras trabalhistas não é a solução...[A]lguns sindicatos correm o risco de desaparecer...[A]...reforma trabalhista também acabou com a obrigatoriedade de que as demissões sejam homologadas por sindicatos ou autoridades ligadas ao Ministério do Trabalho, o que...amplia o espaço para rescisões incorretas...[T]ambém houve redução no número de convenções e acordos coletivos...[P]ara o trabalhador rural com carteira assinada, o impacto imediato foi a redução de direitos – e de salário...[O]...número de novas ações que entraram nas Varas do Trabalho caiu em 36% entre janeiro e setembro deste ano...[,]...com a determinação de que o trabalhador arque com as custas processuais e pague entre 5% e 15% do valor da sentença caso perca...[A]...ampliação da terceirização já está acontecendo...[e]...dificulta a responsabilização da empresa fim para crimes e violações trabalhistas, como a exploração da mão de obra análoga à escravidão...[A]...expectativa para os próximos anos é de mais retrocessos...

Read the full post here

Related companies: Raizen (joint venture Shell & Cosan)