Ocultar el mensaje

¡Hola! Bienvenido/a al Centro de Información.

Esperamos que encuentre útiles nuestras herramientas y recursos de acceso gratuito. ¿Sabías que también trabajamos directamente con actividades en comunidades, ofreciéndoles capacidades y recursos para documentar las violaciones de derechos humanos por las empresas y comunicarse efectivamente con ellas?

Esto sólo es posible gracias a los donativos que generosamente recibimos de gente como usted.

Por favor considere apoyar nuestro trabajo.

Muchas gracias,
Phil Bloomer, Director Ejecutivo

Apóyanos ahora Ocultar el mensaje

Este contenido es parte de un artículo más largo, pero no está disponible en español. Sin embargo recomendamos que pueda leerlo en el contexto de este texto:

Brasil: 43% das novas empresas da "lista suja" do trabalho escravo são do agronegócio, afirma Brasil de Fato

Autor(a): Julia Dolce, Brasil de Fato (Brazil), Publicado en: 17 April 2018

"43% das novas empresas da "lista suja" do trabalho escravo são do agronegócio", 13 de abril de 2018
As atualizações na "lista suja" do trabalho escravo mostram que o agronegócio continua sendo o setor que mais submete trabalhadores à condição análoga à escravidão no Brasil...[A]créscimo de 37 novos empregadores na lista...16 são donos de fazendas ou madeireiras, um total de 43%...Para o Frei Xavier Plassat, coordenador da Campanha Nacional de Prevenção e Combate ao Trabalho Escravo da Comissão Pastoral da Terra (CPT), a lista reflete a realidade de parte dos trabalhadores camponeses no país. "O agronegócio continua...sendo dominante na lista suja não é nenhuma surpresa, porque ele é dominante na prática do trabalho escravo. Ele representa mais da metade dos casos e dos resgatados. Houve um ano ou outro em que foi diferente, quando houve muitos resgates na confecção, na construção civil, mas isso foi fora do padrão", afirmou...[E]ntre 2003 e 2014, o agronegócio foi campeão absoluto na utilização do trabalho escravo, com praticamente 80% dos trabalhadores libertados do trabalho em lavouras, plantação de cana, desmatamento e pecuária. Só esta última foi responsável por 30% dos casos. Os maiores casos de escravidão contemporânea no agronegócio adicionados à lista suja neste ano são o da Fazenda Agropecuária Sorriso,...Rio Branco (AC), e os das Fazendas Araras e Dois Irmãos,...Presidente Olegário (MG). Da Fazenda Sorriso...foram resgatados, em 2012, 13 trabalhadores...por cerceamento da liberdade de ir e vir...O mesmo número de trabalhadores foram resgatados das fazendas Araras e Dois Irmãos...A maior quantidade de operações de resgate...ocorreram no Pará. É o caso de cinco trabalhadores que eram ameaçados por pistoleiros contratados pelo proprietário da serraria M. A. de Souza Madeireira, em Uruará (PA)... "A região de Uruará, no Pará, e toda essa região próxima a Altamira, é onde mais acontece o desgaste da exploração madeireira, clandestina e ilegal, e associada à grilagem de terra. Essa atividade de desmatamento, além de ser um crime em si, com muita frequência tem também o crime de trabalho escravo em consórcio", destacou...

Lea todo el artículo aquí