abusesaffiliationarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upattack-typeburgerchevron-downchevron-leftchevron-rightchevron-upClock iconclosedeletedevelopment-povertydiscriminationdollardownloademailenvironmentexternal-linkfacebookfiltergenderglobegroupshealthinformation-outlineinformationinstagraminvestment-trade-globalisationissueslabourlanguagesShapeCombined Shapeline, chart, up, arrow, graphlocationmap-pinminusnewsorganisationotheroverviewpluspreviewArtboard 185profilerefreshnewssearchsecurityPathStock downStock steadyStock uptagticktooltiptwitteruniversalityweb
Artigo

Fiscais flagram trabalho escravo em obra da OAS para ampliação do Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP) [Brazil]

...Segundo fiscalização conduzida...[pelo]...Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), são empregados [da OAS]...111 homens resgatados de condições análogas às de escravos...[em razão]…do aliciamento...situação das moradias...tráfico de pessoas e...servidão por dívida...Eles iriam trabalhar...nas obras de ampliação do aeroporto de Guarulhos...[para] aumentar sua capacidade...até a Copa do Mundo de 2014...A construtora concordou em pagar todas as verbas, mas não em firmar o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho (MPT). Além do TAC, o órgão entrou com um pedido de liminar...para assegurar o pagamento de verbas rescisórias e conseguiu que a Justiça determinasse o bloqueio imediato de R$ 15 milhões da empresa...Em nota, a OAS declarou que “vem apurando e tomando todas as providências necessárias para atender às solicitações” do MTE...[e]...nega que as vítimas sejam seus empregados e que “a empresa, nas pessoas dos seus representantes, não teve qualquer participação no incidente relatado”...Dos trabalhadores resgatados...seis são indígenas...