Esse conteúdo é parte de uma história maior, mas essa história não está disponível em sua língua. Ainda assim, recomendamos que você leia este conteúdo no contexto de uma das histórias:

Al-Haq nomeada como beneficiária do Prêmio Direitos Humanos e Empresas de 2019

Autor: A Fundação para o Prêmio Direitos Humanos e Empresas, Publicado em: 26 November 2019

Hoje, em Genebra [...] nossa fundação está nomeando a Al-Haq como beneficiária do Prêmio Direitos Humanos e Empresas de 2019. A Al-Haq [...] é uma organização independente palestina sediada em Ramallah (Cisjordânia)... A Al-Haq documenta e monitora as violações de direito internacional humanitário e de direitos humanos no Território Palestino Ocupado, e trabalha para coibir violações contra os palestinos, sejam elas praticadas por Israel, pela Autoridade Palestina ou por outros atores, incluindo empresas.

O prêmio, reconhecendo “o trabalho excepcional realizado por defensores de direitos humanos no Sul Global ou na ex-União Soviética, em razão dos impactos das empresas sobre os direitos humanos naquelas regiões”, é acompanhado de um subsídio de US$ 50.000.

Em anos recentes, a Al-Haq tem feito um trabalho revolucionário ao chamar a atenção para o modo como certas empresas, que operam no Território Palestino Ocupado (incluindo aquelas que realizam negócios com ou nos assentamentos israelenses), estão envolvidas em violações de direitos humanos e do direito internacional humanitário, particularmente a Convenção de Haia e a Quarta Convenção de Genebra...

Leia a postagem completa aqui