Você será redirecionado/a para a história na qual essa parte de conteúdo se encontra, para que você possa lê-la dentro do contexto. Por favor, clique no link seguinte se não for direcionado/a automaticamente dentro de alguns segundos:
pt/brasil-em-assembleia-da-vale-acionistas-críticos-pedem-sua-paralização-destituição-da-diretoria-e-alegam-que-a-vale-tem-criado-empecilhos-aos-parentes-das-vítimas-inclui#c188081

Brasil: Acionistas críticos pedem paralização da Vale, destituição da diretoria e alegam que empresa tem criado empecilhos para que parentes das vítimas recebam ajuda e pagamento de parte das despesas com enterros

Autor: Bruno Rosa, O Globo (Brazil), Publicado em: 8 May 2019

"Vítimas de Brumadinho pedirão, em assembleia, paralisação da Vale-Mineradora vai eleger nesta terça os novos membros de seu Conselho de Administração"

Três meses depois da tragédia em Brumadinho...a Vale realiza…[em 30 de abril]...sua primeira Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária de acionistas...em sua sede em Botafogo, no Rio de Janeiro…[e]...os acionistas que formam a "Articulação dos Atingidos e Atingidas pela Vale" vão apresentar as falhas de gestão da companhia para os outros acionistas da mineradora. O grupo pretende exigir a paralisação das atividades da companhia e ainda vai pedir a substituição da diretoria da empresa. — Não podemos aceitar que o investimento na Vale possa ser responsável quando desastres dessa monta ocorrem envolvendo justamente a atividade fim da empresa, a exploração e gestão da cadeia produtiva de minério - diz Carolina Moura, acionista, moradora de Brumadinho e integrante da Articulação dos Atingidos e Atingidas pela Vale…[A]...Vale vem criando empecilhos para que parentes das vítimas recebam ajuda,...na obtenção de orientações adequadas nos postos de atendimento e no pagamento de parte das despesas com sepultamento e funeral dos mortos…— Esses pontos não são novos. Violações e mortes não ocorrem apenas nos desastres de Minas Gerais, são eventos frequentes em todos os locais onde a Vale atua, como é o caso de Carajás…[No]...Norte e Nordeste, o cenário tende a se agravar com o incremento das operações da Vale após os desastres do quadrilátero ferrífero — afirma Ana Paula Santos, acionista e integrante da Articulação. Entre as decisões das assembleias...está a formação de um novo  Conselho de Administração da mineradora, que passa a ter 13 membros em vez dos 12 atuais. No fim de semana, os controladores da mineradora (fundos de pensão das estatais, como Previ, Petros e Funcef, além de Mitsui, BNDES e Bradesco) indicaram...chapa com 13 nomes,...três independentes e um representante dos funcionários…[C]omo os acionistas minoritários conseguiram votos suficientes para que a empresa adote o sistema de voto múltiplo,os indicados pelos controladores terão de ser votados individualmente pelos acionistas em vez de votar através em uma chapa única…[A]...mineradora vai propormudanças no modelo de remuneração a seus executivos….40% dos bônus de seus executivos serão atrelados a ações para a reconstrução organizacional e a gestão de crise para reparação de danos de cunho ambiental, social e humanitário decorrentes da ruptura da barragem de Brumadinho…

Leia a postagem completa aqui