Você será redirecionado/a para a história na qual essa parte de conteúdo se encontra, para que você possa lê-la dentro do contexto. Por favor, clique no link seguinte se não for direcionado/a automaticamente dentro de alguns segundos:
pt/brasil-grupo-de-atingidos-advogados-e-ativistas-viaja-pela-europa-e-denuncia-vale-empresas-e-governo-por-violações-de-direitos-humanos-nos-casos-no-rio-doce-e-brumadinho-0#c197054

Brasil: Atingidos por rompimento da barragem em Brumadinho denunciam TÜV SÜD na Alemanha por crimes de homicídio, inundação e corrupção; empresa não comentou

Autor: Cíntia Paes, G1 Minas (Brazil), Publicado em: 22 October 2019

“Brumadinho: atingidos vão à Alemanha denunciar TÜV SÜD por homicídio, inundação e corrupção”, 16 de outubro de 2019

Atingidos pelo rompimento da barragem da Vale em Brumadinho estão na Alemanha...para denunciar ao sistema judiciário do país a empresa de consultoria TÜV SÜD, que atestou a estabilidade da estrutura. O grupo esteve no Parlamento para informar sobre a ação contra a empresa...[A]...queixa apresentada na Alemanha diz que a consultoria deve responder pelos crimes de homicídio, inundação [que abrange ainda crimes ambientais] e corrupção também neste país...[D]e acordo com a queixa criminal apresentada na Alemanha, a TÜV SÜD atestou a estabilidade da barragem mesmo sabendo que o nível de segurança da estrutura estava abaixo dos padrões. A queixa criminal ainda argumenta que a consultoria não poderia atuar como auditoria independente da segurança da barragem da Vale porque tem “claro conflito de interesse” uma vez que tem pelo menos seis contratos com a Vale que somam quase R$ 20 milhões. Esses contratos incluem análises técnicas internas solicitadas pela própria Vale...[A]pós a denúncia no Parlamento alemão, o grupo segue para Munique, para entregar a queixa criminal ao ministério público. A empresa disse que não vai comentar a queixa na Alemanha...

 

Leia a postagem completa aqui

Empresas relacionadas: TÜV Süd Vale