Brasil: Em assembleia da Vale, acionistas críticos pedem sua paralização, destituição da diretoria e alegam que a Vale tem criado empecilhos aos parentes das vítimas, inclui comentários da empresa

Brasil homenagem vitimas Brumadinho sede Vale_credit_Justiça nos Trilhos_https://www.facebook.com/atingidospelavale/photos/pcb.3284994938192777/3284994461526158/?type=3&theater

No dia 30 de abril de 2019, na sede da Vale no Rio de Janeiro, ocorreu a primeira Assembleia Geral de Acionistas da empresa após o rompimento da barragem de Brumadinho, em 25 de janeiro deste ano. Acionistas críticos, membros da Articulação dos Atingidos e Atingidas pela Vale, fizeram homenagem às 233 vítimas fatais e 37 pessoas desaparecidas no desastre. Além disso, pediram a paralização da empresa, destituição da diretoria e alegaram que Vale tem criado empecilhos aos parentes das vítimas para receberem ajuda e pagamento de parte das despesas com sepultamento e velórios. Também cobraram posicionamento dos acionistas, alegando que são os "que de fato podem atuar sobre a conduta da empresa". Veja abaixo a página oficial da Vale sobre as ações em Brumadinho e temas correlatos ao desastre e notícia da empresa sobre criação de nova diretoria para acelerar reparações.

Receba RSS dos resultados

Todos os componentes dessa história

Artigo
8 May 2019

Brasil: Acionistas críticos da Vale fazem memorial em homenagem às vítimas do rompimento do desastre em Brumadinho e cobram posicionamento de acionistas sobre a conduta da empresa

Autor: Daniela Fichino, Articulação Internacional das Atingidas e Atingidos pela Vale/Justiça nos Trilhos (Brazil)

"Sede da Vale amanhece com memorial pelas vítimas de Brumadinho", 30 de abril de 2019

...A sede da Vale S.A., em Botafogo, amanheceu com um memorial em homenagem às vítimas do rompimento da barragem de rejeitos do Córrego de Feijão, em Brumadinho. A ação acontece no dia em que a Vale realiza a sua primeira Assembleia de Acionistas após a catástrofe. A Articulação dos Atingidos e Atingidas pela Vale distribuiu 233 placas com os nomes das vítimas fatais, e 37 placas com os nomes das pessoas ainda desaparecidas em decorrência do desastre protagonizado pela empresa. A iniciativa procura impedir que a dor das centenas de famílias mais duramente afetadas caia no esquecimento, e cobrar um posicionamento efetivo daqueles que de fato podem atuar sobre a conduta da empresa: os acionistas...Os acionistas críticos integrantes da Articulação participarão da Assembleia, que tem início marcado para as 10 horas da manhã. Nela, os acionistas irão pedir a rejeição do Relatório de Administração referente às atividades da empresa no último período, além de exigir a paralisação integral das atividades da mineradora e a destituição completa de sua diretoria. Tais medidas...são necessárias frente à situação de completa indeterminação do risco inerente às atividades da Vale. Apenas em Minas Gerais, a mineradora não consegue fornecer um relato preciso sobre a segurança de 17 barragens; cerca de mil pessoas foram deslocadas de suas casas, sem prazo de retorno, em virtude da insegurança generalizada e da política do medo gerida pela empresa…[O]...seguimento da empresa sob o comando da atual diretoria significaria um obstáculo às investigações do crime ocorrido em Brumadinho…

Leia a postagem completa aqui

Artigo
8 May 2019

Brasil: Acionistas críticos pedem paralização da Vale, destituição da diretoria e alegam que empresa tem criado empecilhos para que parentes das vítimas recebam ajuda e pagamento de parte das despesas com enterros

Autor: Bruno Rosa, O Globo (Brazil)

"Vítimas de Brumadinho pedirão, em assembleia, paralisação da Vale-Mineradora vai eleger nesta terça os novos membros de seu Conselho de Administração"

Três meses depois da tragédia em Brumadinho...a Vale realiza…[em 30 de abril]...sua primeira Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária de acionistas...em sua sede em Botafogo, no Rio de Janeiro…[e]...os acionistas que formam a "Articulação dos Atingidos e Atingidas pela Vale" vão apresentar as falhas de gestão da companhia para os outros acionistas da mineradora. O grupo pretende exigir a paralisação das atividades da companhia e ainda vai pedir a substituição da diretoria da empresa. — Não podemos aceitar que o investimento na Vale possa ser responsável quando desastres dessa monta ocorrem envolvendo justamente a atividade fim da empresa, a exploração e gestão da cadeia produtiva de minério - diz Carolina Moura, acionista, moradora de Brumadinho e integrante da Articulação dos Atingidos e Atingidas pela Vale…[A]...Vale vem criando empecilhos para que parentes das vítimas recebam ajuda,...na obtenção de orientações adequadas nos postos de atendimento e no pagamento de parte das despesas com sepultamento e funeral dos mortos…— Esses pontos não são novos. Violações e mortes não ocorrem apenas nos desastres de Minas Gerais, são eventos frequentes em todos os locais onde a Vale atua, como é o caso de Carajás…[No]...Norte e Nordeste, o cenário tende a se agravar com o incremento das operações da Vale após os desastres do quadrilátero ferrífero — afirma Ana Paula Santos, acionista e integrante da Articulação. Entre as decisões das assembleias...está a formação de um novo  Conselho de Administração da mineradora, que passa a ter 13 membros em vez dos 12 atuais. No fim de semana, os controladores da mineradora (fundos de pensão das estatais, como Previ, Petros e Funcef, além de Mitsui, BNDES e Bradesco) indicaram...chapa com 13 nomes,...três independentes e um representante dos funcionários…[C]omo os acionistas minoritários conseguiram votos suficientes para que a empresa adote o sistema de voto múltiplo,os indicados pelos controladores terão de ser votados individualmente pelos acionistas em vez de votar através em uma chapa única…[A]...mineradora vai propormudanças no modelo de remuneração a seus executivos….40% dos bônus de seus executivos serão atrelados a ações para a reconstrução organizacional e a gestão de crise para reparação de danos de cunho ambiental, social e humanitário decorrentes da ruptura da barragem de Brumadinho…

Leia a postagem completa aqui

Artigo
8 May 2019

Brasil: Vale anuncia a criação da Diretoria Especial de Reparação e Desenvolvimento para acelerar reparações

Autor: Vale (Brazil)

"Vale cria diretoria para acelerar reparação aos atingidos-Objetivo é ficar mais próximo dos acontecimentos e humanizar a relação com as comunidades; reporte das ações será feito diretamente à presidência da empresa", 30 de abril de 2019

A Vale anuncia a criação da Diretoria Especial de Reparação e Desenvolvimento, que tem como missão garantir foco às ações estruturantes que envolvem a reparação dos danos causados pelo rompimento da Barragem I, em Brumadinho (MG). A nova estrutura vai coordenar as ações de reestabelecimento socioeconômico e ambiental dos municípios impactados pela tragédia. O novo diretor é o engenheiro Marcelo Klein, que já vinha coordenando o Grupo de Resposta Imediata, responsável por consolidar todas as ações emergenciais. Klein fará reportes diretos ao diretor-presidente da Vale, Eduardo Bartolomeo, e, semanalmente, participará das reuniões da diretoria executiva, para prestar contas e discutir o andamento das iniciativas. O reporte direto garantirá a celeridade e flexibilidade necessárias às ações de reparação. A nova estrutura representa, assim, uma evolução em relação ao grupo de Resposta Imediata. A nova diretoria responderá por todas as ações de recuperação social, humanitária, ambiental e estrutural que serão realizadas em Brumadinho e nos 16 municípios ao longo do Rio Paraopeba até a represa de Retiro Baixo (MG). Também está sob sua responsabilidade a coordenação de ações com as comunidades das zonas de autossalvamento e de segurança secundária das barragens que tenham seus níveis de emergência elevados para 2 ou 3...

Leia a postagem completa aqui

Artigo
8 May 2019

Vale

Autor: Vale (Brazil)

[Página da mineradora Vale em relação a medidas tomadas pela empresa relativas ao desastre de Brumadinho, ocorrido em 25 de janeiro de 2019, em Minas Gerais]

Leia a postagem completa aqui