Brasil: Em Pernambuco, defensores ambientais sofrem ameaças e têm produção destruída

Autor: Brasil de Fato, Publicado em: 19 May 2020

“Agricultores sofrem ameaças e têm produção destruída no Porto de Suape, em Pernambuco. Famílias acusam complexo portuário por violações de direitos e ameaças que não pararam nem durante pandemia de covid-19”, 15 de Maio de 2020  

... o Complexo Industrial Portuário de Suape está relacionado a duas narrativas conflitantes. A primeira é a do desenvolvimento econômico e tecnológico, já que o local abriga o maior complexo de indústrias do Nordeste...Por detrás dessa narrativa, moradores da região denunciam com frequência uma série de violações de direitos que vem impedindo as famílias posseiras de continuar seus modos de vida tradicionais com a pesca artesanal, agricultura familiar e camponesa e a apicultura...[moradores relatam] que, nas últimas semanas, mesmo em meio à pandemia de coronavírus...vêm sendo ameaçado e teve todo o seu coqueiral derrubado...De acordo com um Relatório da Missão de Investigação e Incidência produzido pela DHesca Brasil...32 Boletins de Ocorrência...foram registrados com denúncias de agressão física, verbal e prejuízo patrimonial. O Engenho Ilha é ocupado...por famílias que em seus sítios tem a produção de alimentos como principal atividade econômica e que em 2018 viram o início das obras da indústria farmacêutica Aché no local...quando 41 famílias foram desapropriadas, tiveram suas casas demolidas e algumas nunca receberam nenhuma indenização... [Há] cerca de 10 anos que o conflito no Engenho Ilha se intensificou e que nas últimas semanas as investidas retornaram...Vítima de um histórico de ameaças, Vera integra o Programa Estadual de Proteção a Defensores de Direitos Humanos (PEPDDH), que busca visibilizar os conflitos para inibir novas ações “até hoje, nenhuma ameaça se concretizou, mas elas continuam...”.

Leia a postagem completa aqui