Brasil: Empresas adotam políticas voltadas para LGBTs & participam de fórum com mais de 50 corporações para discutir o tema; adesão de brasileiras é baixa

Autor: Tory Oliveira, Carta Capital (Brazil), Publicado em: 17 August 2017

"Empresas saem do armário e adotam políticas voltadas para LGBTs- Fórum reúne mais de 50 corporações em prol da inclusão. No Brasil, 61% dos funcionários LGBT temem se assumir ", 17 de agosto de 2017

Formado em Engenharia e funcionário da área de TI...[da Ambev]..., Marcos Sato, 28 anos...assumiu...para si ser gay, mas passou alguns anos dentro do armário corporativo, por não saber como seus chefes e colegas reagiriam...Renato Lantin, hoje diretor de supply chain para a América do Sul na BASF, relata uma situação similar...Hoje, felizmente, a situação para ambos melhorou. Os dois trabalham em companhias que se comprometeram com discussões sobre o respeito e acolhimento da diversidade LGBT no mundo corporativo...Ambev...[e]...BASF integram o Fórum de Empresas e Direitos LGBTs, ao lado de 57 outras empresas. Entre as signatárias, estão gigantes multinacionais como Google, IBM, Carrefour e a Pfizer. Há também escritórios de advocacia, empresas de consultoria como a PWC e a EY...[P]orém...é...baixa...[a]...adesão de empresas brasileiras ao Fórum. Entre os exemplos nacionais, estão a Ambev, a Avon e a Braskem...O Fórum de Direitos e Empresas LGBT nasceu em 2013...Ao se tornarem signatárias, as companhias precisam se comprometer com 10 pontos, como a promoção de igualdade de oportunidades e tratamento justo às pessoas LGBT, a criação de um ambiente respeitoso, ensinar sobre direitos e estimular a criação de grupos de afinidade, entre outros...

Leia a postagem completa aqui

Empresas relacionadas: AmBev (part of Anheuser-Busch InBev) Avon BASF Carrefour Google (part of Alphabet) IBM Pfizer PricewaterhouseCoopers