Você será redirecionado/a para a história na qual essa parte de conteúdo se encontra, para que você possa lê-la dentro do contexto. Por favor, clique no link seguinte se não for direcionado/a automaticamente dentro de alguns segundos:
pt/brasil-investigação-da-repórter-brasil-revela-venda-de-carne-por-fornecedores-autuados-por-trabalho-escravo-aos-grupos-pão-de-açúcar-carrefour-e-cencosud-inclui-comentários-de#c195824

Brasil: Pão de Açúcar, Carrefour e Cencosud compravam carne de fornecedores autuados por trabalho escravo, inclui comentários das empresas

Autor: André Campos, Repórter Brasil (Brazil), Publicado em: 18 September 2019

”Pão de Açúcar suspende compra de carne de fornecedores autuados por trabalho escravo”, 18 de setembro de 2019

Três grandes redes de supermercado compraram produtos de frigoríficos que possuem, entre seus fornecedores, pecuaristas flagrados usando mão de obra análoga à escravidão. Trata-se dos grupos Carrefour, Pão de Açúcar (GPA) e Cencosud...[C]arrefour e Pão de Açúcar assinaram o Pacto Nacional Pela Erradicação do Trabalho Escravo, de 2005, enquanto a Cencosud assinou carta de compromisso no ano passado. O Pão de Açúcar suspendeu seus fornecedores...[O]s frigoríficos que deixaram de vender para as lojas do grupo são Frigotil e Frigoestrela. O Cencosud negou ter comprado carne de frigoríficos que negociam com fazendeiros incluídos na “lista suja” do trabalho escravo...[O]...Carrefour...informou que, “após apuração interna e esclarecimentos do fornecedor, decidiu suspender a compra de produtos do Frigoestrela”...[O]...frigorífico Boi Brasil, que possui três plantas de abate no Tocantins, também comprou gado de um pecuarista da “lista suja” em 2018...[O]...Boi Brasil não respondeu aos questionamentos encaminhados pela reportagem...[O]...relacionamento comercial entre o grupo Cencosud e o Boi Brasil foi apontado em relatório da iniciativa Chain Action Research, publicado em outubro de 2018 em parceria com a Repórter Brasil. A pesquisa identificou carnes bovinas do frigorífico sendo vendidas pelo Bretas em agosto do ano passado – ou seja, três anos após a data em que o Cencosud alega ter bloqueado o fornecedor...[C]arlinhos Florêncio, deputado estadual pelo PCdoB no Maranhão, foi um dos pecuaristas identificados...[E]le foi autuado por submeter nove trabalhadores à escravidão na Fazenda Tremendal, em Parnarama (MA)...

 

Leia a postagem completa aqui

Empresas relacionadas: Carrefour Cencosud Grupo Pão de Açúcar - Companhia Brasileira de Distribuição