Brasil: Radialista do Pará conhecido por suas denúncias é assassinado ao chegar na rádio em que trabalhava

“Radialista paraense é terceiro comunicador assassinado em 2018” 26 de junho de 2018

No último dia 21, mais um comunicador foi assassinado no Brasil. Ao chegar para o trabalho no estúdio da rádio Pérola em Bragança (PA), o radialista Jairo Sousa foi alvejado a tiros por dois homens...[O]...comunicador...não resistiu aos ferimentos...[A]s investigações já se iniciaram...[J]airo teve carreira diversa na mídia paraense...[N]otabilizou-se pelas denúncias políticas e de crimes ligados ao tráfico nas cidades da região de Bragança, temas que continuava a abordar no Show da Pérola, programa diário que realizava na Rádio Pérola. Em depoimento à polícia, a esposa de Jairo contou que ele vinha recebendo ameaças...[C]olegas de trabalho informaram que Jairo mencionava receber com frequência recados e avisos em tom de alerta por conta das pautas que realizava no programa...[A]... polícia se recusou a fornecer informações. Jairo é o terceiro comunicador assassinado no país em 2018, o segundo na região Norte – Ueliton Brizon, jornalista de Roraima, foi morto em janeiro...[O]...crime acontece menos de dois meses depois de o Conselho Nacional de Direitos Humanos realizar uma audiência pública em Brasília sobre violência contra comunicadores. Na ocasião...[,]...as organizações da sociedade civil presentes demandaram...políticas concretas de enfrentamento das violações...[N]o Brasil, é alto o índice de impunidade dos crimes contra comunicadores...

Leia a postagem completa aqui