Brasil: Radialista Jairo Sousa é terceiro comunicador assassinado em 2018; jornal alega que ele denunciava irregularidades de políticos & empresários na região de Bragança, Pará

Brasil Jairo Souza assassinado_credit_Artigo 19_http://artigo19.org/wp-content/blogs.dir/24/files/2018/06/Jairo-768x439.png

O radialista  Jairo Sousa é o terceiro comunicador assassinado em 2018. Jornal alega que Jairo denunciava irregularidades de políticos & empresários na região de Bragança, Pará.

Receba RSS dos resultados

Todos os componentes dessa história

Artigo
3 July 2018

Brasil: Jornal alega que Jairo Souza denunciava irregularidades de políticos & empresários na região de Bragança, Pará

Autor: Marcio Borges, SBT Bragança (Brazil)

"Parentes e amigos participam de missa de 7º dia de Jairo Sousa", 28 de junho de 2018
A missa do sétimo dia de falecimento do radialista Jairo Sousa aconteceu na capela lateral da Igreja Nossa senhora do Perpetuo Socorro em Bragança...[em 27 de junho]...Célia Cabral, coordenadora do Sintepp Bragança, que via no radialista um homem de coragem, principalmente por denunciar corruptos, quer que a justiça seja feita. Jairo Sousa foi morto no dia 21 de junho. Ao chegar no local de trabalho, por volta de 5h da manhã. Foi surpreendido com dois tiros pelas costas. Socorrido por populares ainda foi levado ao hospital Santo Antônio com vida, mas morreu minutos depois na unidade de saúde. Antes de morrer revelou o possível atirador a um dos irmãos...[A]...Divisão de Homicídio trabalha com várias linhas de investigações, pois Jairo denunciava diversas irregularidades de políticos e empresários desde o início de sua vida profissional no rádio...

Leia a postagem completa aqui

Artigo
3 July 2018

Brasil: Radialista é terceiro comunicador assassinado em 2018, Jairo Sousa denunciava irregularidades de políticos & empresários na região de Bragança, Pará

Autor: Artigo 19 (Brazil)

“Radialista paraense é terceiro comunicador assassinado em 2018”, 26 de junho de 2018

[Em 21 de junho]...,mais um comunicador foi assassinado no Brasil. Ao chegar para o trabalho no estúdio da rádio Pérola em Bragança (PA), o radialista Jairo Sousa foi alvejado a tiros por dois homens...[O]...comunicador...não resistiu aos ferimentos...[A]s investigações já se iniciaram...[J]airo teve carreira diversa na mídia paraense...[N]otabilizou-se pelas denúncias políticas e de crimes ligados ao tráfico nas cidades da região de Bragança, temas que continuava a abordar no Show da Pérola, programa diário que realizava na Rádio Pérola. Em depoimento à polícia, a esposa de Jairo contou que ele vinha recebendo ameaças...[C]olegas de trabalho informaram que Jairo mencionava receber com frequência recados e avisos em tom de alerta por conta das pautas que realizava no programa...[A]... polícia se recusou a fornecer informações. Jairo é o terceiro comunicador assassinado no país em 2018, o segundo na região Norte – Ueliton Brizon, jornalista de Roraima, foi morto em janeiro...[O]...crime acontece menos de dois meses depois de o Conselho Nacional de Direitos Humanos realizar uma audiência pública em Brasília sobre violência contra comunicadores. Na ocasião...[,]...as organizações da sociedade civil presentes demandaram...políticas concretas de enfrentamento das violações...[N]o Brasil, é alto o índice de impunidade dos crimes contra comunicadores...

Leia a postagem completa aqui

Artigo
3 July 2018

Brasil: Vereador afirma que Jairo denunciou obras superfaturadas & desvios na merenda e material escolar, por exemplo

Autor: Denilson D´Almeida, Tiago Silva e Alexandre Nascimento, Diário do Pará (Brasil)

"Radialista paraense que criticava políticos é assassinado", 22 de junho de 2018
A imprensa paraense está de luto e as rádios da região bragantina silenciaram por um minuto para se despedir do radialista Jairo Sousa, de 43 anos...Jairo Sousa já teria sofrido duas tentativas de homicídio e uma agressão física dentro de um restaurante na região bragantina. No velório da mãe dele, que aconteceu há 5 meses, ele chamou a atenção por usar colete a prova de balas, devido as ameaças de morte que vinha sofrendo...Ele criticava as supostas fraudes que seriam cometidas pelo prefeito de Bragança, Raimundo Nonato de Oliveira (PSDB), o Raimundão.De acordo com o vereador de Bragança, Rivaldo Miranda, que era amigo pessoal de Jairo Sousa, entre as denúncias feita pelo radialista estava o superfaturamento por parte do prefeito Raimundão em obras públicas na cidade. "Ele denunciou a construção da academia ao ar livre numa praça de Bragança, que teve o valor superfaturado em relação ao valor real da obra", disse o vereador Rivaldo. Ainda de acordo com o político, as denúncias feitas por Jairo Sousa também atingiam pessoas ligadas diretamente ao prefeito de Bragança, como a secretária de Finanças, Tatiana Rodrigues, que estaria envolvida em supostas negociações ilícitas da administração da prefeitura...[E]...denunciou o ex-secretário de Educação Luís Augusto, conhecido como professor Isis, acusado de desvio de merenda e superfaturamento na aquisição de material escolar. "As denúncias dele foram comprovadas e até nos ajudaram a exonerar esse secretário de Educação", confirmou o vereador Rivaldo Miranda. Por conta disso, o radialista passou a ser alvo dos denunciados, que o encaravam como verdadeiro inimigo. Em conversa entre amigos, ele sempre reclamou que vinha sendo ameaçado de morte...

Leia a postagem completa aqui