Brasil: Relatório da Human Rights Watch denuncia contaminação de comunidades rurais, indígenas e quilombolas por agrotóxicos

Autor: Fernanda Cruz, Agência Brasil, (Brazil), Publicado em: 20 July 2018

Contaminação ocorre quando há pulverização de forma aérea e terrestre” 20 de julho de 2018

Moradores de comunidades rurais, indígenas e quilombolas são vítimas de intoxicação por agrotóxicos, aponta relatório da organização Human Rights Watch...[A]...[F]oram entrevistadas 73 pessoas intoxicadas em sete localidades nos estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Minas Gerais, Goiás, Pará e Bahia...[,]...entre julho de 2017 e abril de 2018...[T]ambém foram ouvidos 42 especialistas...[O]...relatório concluiu que as pessoas que entram em contato com os defensivos são intoxicadas de maneira aguda...[O]utra conclusão...é que as vítimas não denunciam por medo de represália dos grandes fazendeiros, ricos e politicamente influentes...[H]ugo dos Santos, professor de comunidades rurais em Rio Verde, Goiás, foi vítima de um acidente...dentro de uma escola em que trabalhava...[U]m avião despejou defensivo sobre o local...[:]...”Eu presenciei as crianças se debatendo, se coçando, pedido socorro, pedindo para não deixá-las morrer”...[E]ntre as crianças contaminadas, ao menos uma desenvolveu cirrose hepática...[R]ichard Pearshouse, diretor da Divisão de Meio Ambiente da entidade, disse que...não existe regulamentação proibindo a pulverização terrestre próximo a áreas sensíveis, como instituições de ensino e residências...[N]a Câmara dos Deputados, uma comissão especial aprovou...[o]...Projeto de Lei 6299/02, que flexibiliza o uso de agrotóxicos...[N]a avaliação do diretor da Human Rights Watch, essa lei é ruim para o país...[:]...“Em vez de enfraquecer a legislação de agrotóxicos, o Brasil deve aumentar a fiscalização e estabelecer redução dos agrotóxicos altamente perigosos. O Brasil é um dos maiores mercados de agrotóxicos do mundo”...[O]...relatório aponta que entre os dez agrotóxicos mais utilizados no Brasil...[,]...quatro...já foram banidos na Europa. Um deles, é o atrazina, usado em plantações de milho, cana-de-açúcar e sorgo...[E]studos comprovam prejuízo ao sistema endócrino, sobretudo em crianças e adolescentes...[F]oi constatada presença...[dessa]...substância nociva em 75% das amostras das águas brasileiras...

Leia a postagem completa aqui