Brasil: Repórter Brasil lança relatório sobre condições precárias de trabalho & uso irregular de agrotóxicos em fazendas de café certificadas; empresas comentam

Autor: André Campos, Repórter Brasil (Brazil), Publicado em: 23 January 2017

“Café certificado, trabalhador sem direitos-Como a investigação que flagrou problemas trabalhistas em cafezais “sustentáveis”, auditados pelos principais selos de boas práticas do setor – UTZ e Rainforest Alliance –, revela falhas no monitoramento do grão”, 4 de janeiro de 2017

Trabalho informal, irregularidades no uso de agrotóxicos e até mesmo queixas de pagamento inferior à metade do salário mínimo...[P]roblemas apurados pela Repórter Brasil em fazendas de café que comercializavam sua produção com a chancela de importantes selos de boas práticas. Os casos revelaram limitações e falhas no monitoramento dos cafeicultores que integram o bilionário mercado de cafés sustentáveis...[São]…os bastidores do café certificado produzido em Carmo de Minas (MG) e Jesuânia (MG)...Além de violações trabalhistas em cafezais supostamente “sustentáveis”, verificou-se a necessidade de mais transparência de empresas e selos em relação ao resultado de suas auditorias. E...divulgação de quem são as fazendas por eles certificadas...Em...2015...[o]...Ministério do Trabalho flagr[ou]...13 safristas colhendo café sem carteira assinada no Rancho São Benedito. A propriedade tem o selo de boas práticas da Rainforest Alliance. O Imaflora, certificador nacional responsável por monitorar o selo, afirmou que não tinha conhecimento da situação. Após...contato da Repórter Brasil, uma auditoria na fazenda foi feita em outubro de 2016...[O]s problemas já haviam sido...solucionados. Até 2015, o Rancho São Benedito também possuía certificação da UTZ. A Repórter Brasil perguntou à UTZ se ela tinha conhecimento das infrações trabalhistas...no Rancho São Benedito,...a UTZ não respondeu à pergunta...Outro caso remete à Fazenda Monte Verde...da...Fal Coffee. Em...2014, trabalhadores que colhiam café na propriedade procuraram o sindicato da região queixando-se de descontos ilegais no salário e do pagamento abaixo do combinado...A situação foi regularizada com a assinatura de...acordo extrajudicial entre a fazenda e o sindicato. A propriedade era – e continua sendo – certificada pela Rainforest Alliance...Desde 2011, o Rancho São Benedito faz parte do Nespresso AAA Sustainable Quality Program...da Nestlé...A mesma propriedade participou do Starbucks C.A.F.E. Practices em 2015 –...ano em que o Ministério do Trabalho flagrou...irregularidades trabalhistas na fazenda...A Repórter Brasil perguntou se o C.A.F.E. Practices identificou problemas trabalhistas na fazenda, e quais seriam esses problemas. A Starbucks não respondeu...Duas certificadoras – UTZ e Fairtrade Internacional – relataram surpresa ao serem informadas sobre irregularidades ligadas a uma marca de café que estampava na embalagem o selo de ambas, e cujo produto nem era certificado por elas...

Leia a postagem completa aqui