Você será redirecionado/a para a história na qual essa parte de conteúdo se encontra, para que você possa lê-la dentro do contexto. Por favor, clique no link seguinte se não for direcionado/a automaticamente dentro de alguns segundos:
pt/brasil-investigação-da-repórter-brasil-revela-venda-de-carne-por-fornecedores-autuados-por-trabalho-escravo-aos-grupos-pão-de-açúcar-carrefour-e-cencosud-inclui-comentários-de#c195826

Brasil: Resposta do Carrefour à Repórter Brasil

Autor: Grupo Carrefour, Publicado em: 18 September 2019

"Íntegra das respostas de Pão de Açúcar, Carrefour, Cencosud, Frigotil e Frigoestrela", 18 de setembro de 2019

...O Grupo Carrefour é membro fundador e curador do Instituto Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo (InPacto) e possui rigoroso controle da sua cadeia de fornecimento, buscando eliminar o risco de qualquer tipo de violação aos direitos humanos ou leis trabalhistas. O Grupo ressalta, ainda, que todos os seus contratos comerciais possuem cláusulas específicas que obrigam o fornecedor a se comprometer rigorosamente com todas as normas da legislação trabalhista vigente, garantindo a não utilização de mão de obra em condição análoga à de escravidão. Após tomar conhecimento, pela ONG Repórter Brasil, das acusações ao Frigoestrela, prontamente notificou o frigorífico, requerendo posicionamento urgente do fornecedor acerca dos fatos alegados. A rede reforça, ainda, que não manteve nenhum relacionamento comercial com os demais frigoríficos mencionados no referido período...

Leia a postagem completa aqui

Empresas relacionadas: Carrefour