Brasil: "Revitalização" ameaça pop. pobre e negra de despejo, com isenção fiscal a hotéis de luxo, inclui comentários da prefeitura, Fasano e Nova Bahia não comentaram

Autor: Vitor Rocha e Zezão Castro, The Intercept Brasil (Brazil), Publicado em: 21 May 2019

 “Adeus, artesãos. Olá, hotéis de luxo: o plano gourmet do prefeito de Salvador para o centro histórico”, 22 de abril de 2019

...[I]nicialmente, o projeto, batizado 4º Eixo do Programa Salvador 360º, que engloba ações no Centro Antigo, previa investimentos de R$ 200 milhões. Mas o prefeito ACM Neto disse que os valores chegarão a R$ 300 milhões, oriundos da prefeitura, da Caixa Econômica Federal e empréstimos do Banco de Desenvolvimento da América Latina, para “mudar completamente o perfil urbanístico” da região. O projeto prevê a reforma dos “arcos”, como são chamados...os casarões da Ladeira da Conceição...[A]li vivem e trabalham há décadas ferreiros, serralheiros e marmoristas, herdeiros de ofícios tradicionais de matriz africana, alguns deles instalados no local há gerações...[P]ara dar lugar aos novos empreendimentos, as comunidades empobrecidas estão sendo ameaçadas de despejo na região. Sem dinheiro para comprar, reformar ou regularizar os imóveis, em grande parte condenados e com aluguéis em alta, a população pobre...[e negra]...que vive no local é forçada a sair de lá...[H]otéis de luxo ganharam isenção fiscal...[O]...lançamento do eixo Centro Histórico do Salvador 360º aconteceu em agosto de 2017 numa cerimônia no Fera Palace, na Rua Chile. Seu acionista, Antonio Mazzafera...[,]...afirma ter assumido o controle de 123 imóveis em 16 prédios nas imediações da rua onde fica o seu hotel...[U]ma de suas investidoras é uma offshore sediada no paraíso fiscal das Ilhas Virgens Britânicas chamada Calatrave Invest & Trade Inc....[O]...Hotel Fasano...foi outro beneficiado pelo programa Revitalizar...[A]...assessoria do Fasano não deu retorno, assim como a dos outros sócios da Nova Bahia...[O]...prefeito garante...que nunca cogitou retirar os ferreiros e marmoristas da área. “Essa não é a política da atual gestão”...[“A]s propostas foram amplamente discutidas de forma transparente, participativa e envolvendo os interessados e especialistas que pudessem contribuir”, disse a assessoria do prefeito...

Leia a postagem completa aqui