Brasil: Sociedade civil acusa FIFA de abusos de Direitos humanos no Brasil relacionados aos preparativos para a Copa do Mundo da FIFA de 2014

Protest against FIFA World Cup 2014 in Brasil_credit_Agencia Brasil

O Centro de Informação sobre Empresas e Direitos Humanos convidou a FIFA para responder sobre itens que tratam de preocupações sobre o papel da FIFA em abusos de direitos humanos no Brasil, nos preparativos para a Copa do Mundo da FIFA de 2014.

Para ler esta história em inglês, clique aqui.

Receba RSS dos resultados

Todos os componentes dessa história

Artigo
19 March 2014

Observatório das Metrópoles apresenta documento analisando impactos econômicos & investimentos públicos e privados relacionados aos megaeventos

Autor: Orlando Alves dos Santos Junior, Observatório das Metrópoles (Brazil)

“Impactos Econômicos dos Megaeventos: Investimentos Públicos, Participação Privada e incertezas”, Observatório das Metrópoles, dezembro de 2013

[O Observatório das Metrópoles apresentou em dezembro de 2013 o último levantamento realizado pelo projeto “Metropolização e Megaeventos” com os custos da Copa do Mundo no Brasil. O coordenador do projeto, Orlando Alves dos Santos Júnior, apresentou o documento “Impactos Econômicos dos Megaeventos: Investimentos Públicos, Participação Privada e incertezas”. Sobre o documento pode dizer afirmou que o “...objetivo é avaliar os impactos econômicos sobre as metrópoles sob o ponto de vista da integração social e da justiça social, buscando-se identificar os setores e os agentes que estão sendo beneficiados pelas intervenções, bem como os setores e agentes que sofrem efeitos negativos decorrentes das mesmas. “Os megaeventos – Copa do Mundo e Olimpíadas – expressam um projeto urbano de reestruturação das cidades-sedes. O discurso em torno desses megaeventos seria acionado buscando legitimar tal projeto. Ou seja, constrói-se uma nova governança empreendedorista neoliberal – tendo as metrópoles como laboratórios desse projeto – sustentada por uma coalizão de interesses econômicos, políticos e sociais”]

[Faz referência a Banco do Estado do Rio Grande do Sul S.A. – BANRISUL]

Leia a postagem completa aqui

Resposta
19 March 2014

Resposta da FIFA

Autor: FIFA

Resposta disponível apenas em inglês. Para ler, veja abaixo.

🚫Leia a postagem completa aqui

Artigo
8 February 2014

Brasil: Especialistas concluem que legado de megaeventos é de pouca transparência, participação e projetos voltados para o mercado e não para interesse social

Autor: Observatório das Metrópoles (Brazil)

“Os custos da Copa e a mercantilização das cidades”, 8 de fevereiro de 2014

O Observatório das Metrópoles disponibiliza o último levantamento realizado pelo projeto “Metropolização e Megaeventos” com os custos da Copa do Mundo no Brasil...[que]...mostra que serão investidos cerca de R$ 25 bilhões...para obras de mobilidade urbana, estádios e aeroportos...O Observatório das Metrópoles apresentou...[em dezembro de 2013]…no Rio de Janeiro, os principais resultados do projeto “Metropolização e Megaeventos: os impactos da Copa do Mundo e das Olimpíadas nas Metrópoles Brasileiras”. Reunindo pesquisadores...como Juca Kfouri, Ana Luiz Silva (Instituto Ethos), Raquel Rolnik e John Horne, o instituto buscou debater o legado efetivo que se tem construído com os megaeventos esportivos. A conclusão é que em oposição a um projeto de cidade mais igual e democrática, verifica-se um processo com pouca transparência, reduzida participação social e projetos voltados, em sua maioria, para o capital e o mercado. O coordenador do projeto..., Orlando Alves dos Santos Júnior, apresentou o documento “Impactos Econômicos dos Megaeventos: Investimentos Públicos, Participação Privada e incertezas”, cujo objetivo é avaliar os avaliar os impactos econômicos sobre as metrópoles sob o ponto de vista da integração social e da justiça social...

Leia a postagem completa aqui

Artigo
+ English - Ocultar

Autor: Jordi Lesaffer, Vigeo Rating (Belgium)

[E]very time a new country is assigned for the organization of a major sports event (Olympics, Football World Cups)…fundamental human rights, fair labour practices and the impact on the local communities that such mega-events entail do not seem to be given the priority they deserve in the allocation of the Olympic Games and the World Cup to the candidate countries…Whilst in the business world and within large multinational companies, 'Corporate Social Responsibility' is more and more embedded in their business strategy, it seems that world sports federations are still lagging behind and fail to adequately manage human rights related risks…The integration of social and human rights considerations into the policies and governance structure of the IOC [Intl. Olympic Committee] and FIFA is also in their own interest…

Leia a postagem completa aqui

Artigo
20 May 2013

Brasil: Dossiê sobre megaeventos e violações de direitos humanos no Rio é lançado por sociedade civil e universidade

Autor: Observatório das Metrópoles, Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia

“DOSSIÊ ‘Megaeventos e Violações dos Direitos Humanos no Rio’”, 20 de maio de 2013

As violações ao Direito à Moradia no Rio de Janeiro sob a justificativa dos megaeventos esportivos persistem e tendem a se agravar com a proximidade dos jogos. Cerca de 3 mil famílias situadas na cidade já foram removidas e outras 8 mil estão ameaçadas. É o que mostra a segunda versão do dossiê “Megaeventos e Violações dos Direitos Humanos no Rio”...O dossiê foi produzido pela Articulação Nacional dos Comitês Populares da Copa e das Olimpíadas, em parceria com o Observatório das Metrópoles e outras entidades...O Dossiê denuncia o processo de violação do direito à moradia e dá visibilidade ao desrespeito, pelas autoridades, do direito dos cidadãos e cidadãs de terem acesso à informação e de participarem dos processos decisórios. Esta construção registra a subordinação dos interesses públicos aos interesses de entidades privadas (dentre as quais destacam-se o Comitê Olímpico Internacional e as grandes corporações), o desrespeito sistemático à legislação urbana e aos direitos ambientais, aos direitos trabalhistas e ao direito ao trabalho, afora o desperdício dos recursos públicos, que deveriam estar sendo destinados às prioridades da população. Enfim, aborda-se aqui a violação do direito à cidade...O Dossiê pretende mobilizar os movimentos populares, sindicatos, organizações da sociedade civil, defensores dos direitos humanos, cidadãos e cidadãs comprometidos com a justiça social e ambiental, a se somarem ao Comitê Popular da Copa e Olimpíadas do Rio de Janeiro na luta por um outro projeto olímpico, resultado do debate público e democrático, com a garantia de permanência de todas as comunidades e bairros populares situados nas áreas de intervenção em curso. Um projeto que respeite o direito ao trabalho...Um projeto em que o meio ambiente seja efetivamente preservado. Um projeto no qual não existam privilégios aos grandes grupos econômicos, e os custos privados sejam pagos com capitais privados, não com recursos públicos...

Leia a postagem completa aqui