Global: Justiça nos Trilhos é primeira ganhadora do recém-criado Prêmio Direitos Humanos e Empresas

O Prêmio de Direitos Humanos e Empresas é um prêmio anual, que concede subsídio de US $ 50.000, e reconhece o "excelente trabalho dos defensores dos direitos humanos no Sul Global ou ex-União Soviética abordando os impactos dos direitos humanos nessas regiões". Em 2018, a Justiça nos Trilhos foi escolhida como a primeira ganhadora do prêmio por seu trabalho com comunidades locais, em áreas remotas do Brasil — incluindo povos indígenas, camponeses e afrodescendentes — para examinar os abusos de direitos humanos e ambientais cometidos por empresas mineradoras e siderúrgicas, especialmente a multinacional Vale. O prêmio será entregue à Justiça nos Trilhos em 27 de novembro de 2018, em Genebra, no Fórum das Nações Unidas sobre Empresas e Direitos Humanos.

O anúncio do primeiro destinatário também coincide com o lançamento do site do Prêmio Direitos Humanos e Empresas, disponível em 7 idiomas aqui.

Receba RSS dos resultados

Todos os componentes dessa história

Item
26 November 2018

Comunicado à imprensa: Pela primeira vez, foi concedido o PRÊMIO DIREITOS HUMANOS E EMPRESAS

Autor: Human Rights & Business Award

Hoje foi anunciado que a Justiça nos Trilhos receberá o recém-criado PRÊMIO DIREITOS HUMANOS E EMPRESAS, acompanhado de um subsídio no valor de US$ 50.000.

A Justiça nos Trilhos é uma organização que trabalha de perto com as comunidades locais, em áreas remotas do Brasil — incluindo povos indígenas, camponeses e afrodescendentes — para examinar os abusos de direitos humanos e ambientais cometidos por empresas mineradoras e siderúrgicas...

As empresas mineradoras e siderúrgicas poluem os rios [...]; poluem o ar, causando problemas respiratórios e de visão; contaminam o solo com descartes industriais; desalojam comunidades e exterminam a cultura e as vidas indígenas.

Os membros do conselho administrativo da Fundação para o Prêmio Direitos Humanos e Empresas [...] relataram [...]: “Lançamos este prêmio anual para reconhecer ‘o trabalho de maior destaque realizado pelos defensores de direitos humanos, ao tratar dos impactos causados pelas empresas.’ A Justiça nos Trilhos simboliza este grupo, que há anos trabalha de maneira rigorosa e consciente em circunstâncias desafiadoras — sempre em estreita colaboração com as comunidades locais, cujos direitos fundamentais buscam proteger”.

Os defensores de direitos humanos da Justiça nos Trilhos e as comunidades locais com as quais trabalham têm sido alvo de vigilância e processos retaliatórios pela Vale.

O prêmio será entregue à Justiça nos Trilhos no dia 27 de novembro de 2018, em Genebra, no Fórum das Nações Unidas sobre Empresas e Direitos Humanos...

Leia a postagem completa aqui