abusesaffiliationarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upattack-typeburgerchevron-downchevron-leftchevron-rightchevron-upClock iconclosedeletedevelopment-povertydiscriminationdollardownloademailenvironmentexternal-linkfacebookfiltergenderglobegroupshealthC4067174-3DD9-4B9E-AD64-284FDAAE6338@1xinformation-outlineinformationinstagraminvestment-trade-globalisationissueslabourlanguagesShapeCombined Shapeline, chart, up, arrow, graphLinkedInlocationmap-pinminusnewsorganisationotheroverviewpluspreviewArtboard 185profilerefreshIconnewssearchsecurityPathStock downStock steadyStock uptagticktooltiptwitteruniversalityweb
Artigo

29 Out 2023

Author:
Brasil de Fato

Brasil: Doka, líder quilombola maranhense é assassinado a tiros em frente sua casa; estado é um dos mais perigosos para trabalhadores do campo

Brasil: Doka, líder quilombola maranhense é assassinado a tiros em frente sua casa; estado é um dos mais perigosos para trabalhadores do campo

“Líder quilombola é assassinado a tiros na frente de casa no Maranhão”, 29 de Outubro de 2023

O líder quilombola José Alberto Moreno Mendes, conhecido como Doka, foi assassinado a tiros em frente de casa no interior do Maranhão. O crime ocorreu no município de Itapecuru-Mirim (MA), a 120 km da capital São Luís, e provocou pedidos de justiça dos movimentos populares.

...Doka era presidente da Associação de Moradores do Quilombo Jaibara dos Rodrigues e membro da Comissão do Território e do Conselho Quilombola da União das Comunidades Negras Rurais Quilombolas de Itapecuru-Mirim (UNICQUITA).

...Em nota, o Centro de Cultura Negra do Maranhão disse que o “assassinato brutal” foi cometido por “dois pistoleiros” ...O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) se solidarizou aos amigos e parentes de Doka. “O Maranhão se consolida enquanto um dos estados mais perigosos para trabalhadores e trabalhadoras do campo e essa realidade precisa mudar...