abusesaffiliationarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upattack-typeburgerchevron-downchevron-leftchevron-rightchevron-upClock iconclosedeletedevelopment-povertydiscriminationdollardownloademailenvironmentexternal-linkfacebookfiltergenderglobegroupshealthC4067174-3DD9-4B9E-AD64-284FDAAE6338@1xinformation-outlineinformationinstagraminvestment-trade-globalisationissueslabourlanguagesShapeCombined Shapeline, chart, up, arrow, graphlocationmap-pinminusnewsorganisationotheroverviewpluspreviewArtboard 185profilerefreshIconnewssearchsecurityPathStock downStock steadyStock uptagticktooltiptwitteruniversalityweb

The content is also available in the following languages: English

História

7 Jun 2021

Brasil: Denúncias revelam falhas da JBS em tomar medidas para proteger os trabalhadores da COVID-19; tribunal condena a empresa a pagar multa de R$ 1 milhão

O juiz do trabalho Marcelo Silva Porto, da 6ª Vara do Trabalho de Caxias do Sul condenou a JBS a pagar uma multa de R$ 1 milhão por não ter tomado medidas para proteger os trabalhadores da pandemia de Covid-19, de acordo com declaração dos procuradores do trabalho. De acordo com a sentença, a empresa também deveria fornecer aos trabalhadores máscaras de proteção e armários individuais. Os trabalhadores também devem permanecer separados por pelo menos dois metros. O Conselho de Defesa dos Recursos Naturais (NRDC) declarou que, durante a pandemia de Covid-19, os trabalhadores da JBS no Brasil e nos EUA relataram uma cultura na qual faltam licenças médicas remuneradas e as regras e normas de distanciamento social e do uso de máscaras não eram aplicadas rotineiramente. Eles também denunciaram que o vírus entrou na reserva indígena Dourados através de funcionários da JBS que testaram positivo; mais de 150 residentes foram eventualmente infectados, 90% dos quais foram direta ou indiretamente associados à JBS.

Respostas da empresa

Story Timeline