abusesaffiliationarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upattack-typeburgerchevron-downchevron-leftchevron-rightchevron-upClock iconclosedeletedevelopment-povertydiscriminationdollardownloademailenvironmentexternal-linkfacebookfiltergenderglobegroupshealthC4067174-3DD9-4B9E-AD64-284FDAAE6338@1xinformation-outlineinformationinstagraminvestment-trade-globalisationissueslabourlanguagesShapeCombined Shapeline, chart, up, arrow, graphLinkedInlocationmap-pinminusnewsorganisationotheroverviewpluspreviewArtboard 185profilerefreshIconnewssearchsecurityPathStock downStock steadyStock uptagticktooltiptwitteruniversalityweb

O conteúdo também está disponível nos seguintes idiomas: English

Artigo

13 Nov 2023

Author:
Rádio Itatiaia

Brasil: Agência Nacional de Mineração interdita barragem de rejeitos da Vale por instabilidade após empresa enviar laudo com três anos de atraso

Portal da Cidade Mariana

"Vale informa às autoridades que apresentará laudo positivo das pilhas de rejeitos em 10 dias", 13 de novembro de 2023

...A mineradora Vale informou à autoridades que em 10 dias apresentará um declaração positiva em relação à pilhas de rejeitos interditadas pela Agência Nacional de Mineração (ANM). A interdição ocorreu depois que a mineradora protocolou, no dia 25 de setembro deste ano, um laudo feito pela consultoria Walm, em 2020, informando a instabilidade da estrutura localizada próxima a barragem de rejeitos.

A empresa inseriu o laudo no Sistema Eletrônico de Informação, com três anos de atraso, após uma cobrança da equipe de monitoramento de lavra da ANM, conforme apurou a Itatiaia. Segundo uma das fontes da coluna, se as pilhas descessem, os rejeitos chegariam ao Distrito de Santa Rita Durão, no qual está o subdistrito de Bento Rodrigues (destruído pela barragem de Fundão em 2015), em 35 minutos.

Embora o laudo da consultoria aponte que as pilhas estão instáveis, a mineradora afirma que a situação da barragem que fica próxima é de estabilidade. "É um laudo antigo e segundo a Vale terá declaração de estabilidade positiva para pilha em 10 dias. O volume da barragem já está em 18.000 m2 (comparando com dique Lisa da Valourec, estamos falando de 1/4 do volume)", afirmou.

[...]

"A Vale informa que, na última sexta-feira (11/11), a Agência Nacional de Mineração interditou, preventivamente, as atividades de disposição de estéril nas pilhas PDE Permanente I, PDE Permanente II e PDE União Vertente Santa Rita, da mina Fábrica Nova, em Mariana. A empresa acompanha vistoria da ANM e Defesa Civil, nesta segunda-feira, para os esclarecimentos necessários sobre as condições de estabilidade das estruturas, que permanecem inalteradas. Importante reforçar que as estruturas geotécnicas da companhia são vistoriadas frequentemente pela agência reguladora e monitoradas permanentemente por equipe técnica especializada"...