abusesaffiliationarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upattack-typeburgerchevron-downchevron-leftchevron-rightchevron-upClock iconclosedeletedevelopment-povertydiscriminationdollardownloademailenvironmentexternal-linkfacebookfiltergenderglobegroupshealthC4067174-3DD9-4B9E-AD64-284FDAAE6338@1xinformation-outlineinformationinstagraminvestment-trade-globalisationissueslabourlanguagesShapeCombined Shapeline, chart, up, arrow, graphlocationmap-pinminusnewsorganisationotheroverviewpluspreviewArtboard 185profilerefreshIconnewssearchsecurityPathStock downStock steadyStock uptagticktooltiptwitteruniversalityweb

O conteúdo também está disponível nos seguintes idiomas: English

Artigo

8 Nov 2022

Author:
Society for Threatened Peoples

Brasil: STP denuncia financiamento de banco de investimentos do UBS e do Banco do Brasil a empresas agrícolas vinculadas ao desmatamento ilegal e à grilagem de terras indígenas

"Desmatamento no Brasil: UBS financia agronegócios controversos", October 2022

...O UBS...[,]... grande banco suíço...[,]...abasteceu as duas empresas agrícolas BrasilAgro e Marfrig com dinheiro de investidores globais. Essas duas empresas estão envolvidas em graves casos relacionadas a queimadas, destruição ambiental e violações dos direitos indígenas. Uma pesquisa do Centro para Análise de Crimes Climáticos realizada para a APA comprova isto...

O desmatamento ilegal muitas vezes ocorre com a finalidade de adquirir terras para a produção agropecuária...As consequências afetam comunidades indígenas e tradicionais:...cada vez mais líderes indígenas são pressionados: aqueles que se levantam contra a indústria são muitas vezes massivamente ameaçados ou mesmo mortos...

...[O]...banco de investimento UBS BB...abastece o setor agrícola com dinheiro de investidores globais.  Seis meses após sua fundação, o banco de investimento como novo integrante, ajudou as duas empresas polêmicas no Brasil – Marfrig e BrasilAgro – a conseguir dinheiro. Em 2021, organizou a emissão dos chamados “Certificados de Recebíveis do Agronegócio” (CRA) e utilizou este instrumento financeiro para ajudar o setor agrícola brasileiro a conquistar investidores internacionais. Os grupos BrasilAgro e Marfrig receberam assim capital para financiar seus negócios, por vezes controversos.

De acordo com Sylvia Coutinho, presidente do UBS no Brasil, o banco quer contribuir para a transformação da agricultura brasileira em uma indústria mais verde. De acordo com Coutinho, o setor entende que sem a questão ambiental e um “selo verde”, o crescimento da indústria é limitado. A prioridade, portanto, é aumentar a produtividade, e não abrir novas áreas.  O segundo pilar do UBS BB consiste na gestão de ativos para famílias de empresas do setor agrícola...

„Os europeus têm a sua parcela de culpa em relação à devastação da Amazônia, seja através do financiamento de bancos, ou através do comércio, de forma direta ou indireta. Em todos os casos, eles têm a sua parcela de culpa no que acontece nos territórios indígenas do Brasil. Se a Europa fornece apoio financeiro, ela é responsável pela morte dos povos indígenas e a morte dos nossos territórios.“

...A própria Marfrig reconhece que, de fato, seus fornecedores de gado invadem territórios indígenas e reservas naturais e que desmatam a floresta tropical de forma ilegal...

Para atender às diretrizes da OCDE para empresas multinacionais, em relação aos direitos humanos e a proteção do meio ambiente, o UBS tem que assegurar que nem a BrasilAgro e nem a Marfrig estejam apoiando atividades problemáticas.  A APA perguntou ao banco, com quais medidas ele minimizaria os riscos de efeitos negativos ao meio ambiente e aos direitos humanos com o negócio de CRAs.  O UBS respondeu: “Devido à confidencialidade do cliente bancário, não podemos fornecer nenhuma informação sobre clientes (potenciais) ou relacionamentos com clientes” (traduzido pela APA)...

Linha do tempo