abusesaffiliationarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upattack-typeburgerchevron-downchevron-leftchevron-rightchevron-upClock iconclosedeletedevelopment-povertydiscriminationdollardownloademailenvironmentexternal-linkfacebookfiltergenderglobegroupshealthinformation-outlineinformationinstagraminvestment-trade-globalisationissueslabourlanguagesShapeCombined Shapelocationmap-pinminusnewsorganisationotheroverviewpluspreviewprofilerefreshnewssearchsecurityPathtagticktooltiptwitteruniversalityweb

這頁面没有繁體中文版本,現以繁體中文顯示Portuguese

文章

Brasil: Promotoria revela que certificado de estabilidade emitido pela Tüv Süd dificulta investigações sobre Brumadinho

“Certificado de estabilidade dificultou investigação sobre barragem em Brumadinho, diz promotor”, 21 de março de 2019

...[O]...certificado de declaração de estabilidade da barragem B1, na mina Córrego do Feijão da Vale, em Brumadinho (MG), assinado pela empresa alemã Tüv Süd, foi determinante para dificultar a atuação de órgãos de investigação e controle que apuravam a situação da estrutura desde 2016. A afirmação foi feita por William Garcia Pinto, um dos promotores da força-tarefa que investiga a tragédia...[:]...["A]...partir do momento em que eles certificam a estrutura da barragem, corrompem todo o modelo de certificação brasileiro de segurança de barragens"...[E]m junho de 2018, ao mesmo tempo em que a Tüv Süd emitiu sua primeira certificação de estabilidade da estrutura, uma geóloga da equipe técnica do Ministério Público de Minas Gerais pediu que fossem solicitadas à Vale informações complementares sobre a barragem...["A]té hoje, a Vale se escuda na potencial credibilidade da empresa para dizer que não sabia ou não tinha informação suficiente. Então, a empresa foi utilizada para dificultar a investigação do Ministério Público e tirar do radar do poder público a prioridade daquela barragem que estava tão crítica que pouco depois se rompeu", afirmou ele...[P]rocurada pela reportagem, a Tüv Süd diz que não está comentando detalhes do caso, mas que iniciou uma investigação independente logo após o rompimento da barragem. A empresa reitera ainda que "ofereceu sua total cooperação às autoridades para o esclarecimento das circunstâncias do colapso da estrutura"...[G]arcia Pinto...[:]..."Muito além de um desastre ambiental de proporções gigantescas, esse caso é um desastre humanitário, que o Brasil, notadamente Minas Gerais, deve levar como lição para identificar qual tipo de empreendedor, de empreendimento, de modelo de fiscalização, de empresa certificadora é importante”...

Story Timeline