abusesaffiliationarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upattack-typeburgerchevron-downchevron-leftchevron-rightchevron-upClock iconclosedeletedevelopment-povertydiscriminationdollardownloademailenvironmentexternal-linkfacebookfiltergenderglobegroupshealthinformation-outlineinformationinstagraminvestment-trade-globalisationissueslabourlanguagesShapeCombined Shapelocationmap-pinminusnewsorganisationotheroverviewpluspreviewprofilerefreshnewssearchsecurityPathtagticktooltiptwitteruniversalityweb

This page is not available in Français and is being displayed in Portuguese

Réponse de l'entreprise

Resposta da Marfrig

São Paulo – Brasil 10 de Julho de 2019

Para:   Centro de Informação sobre Empresas e Direitos Humanos

Re: Terras indígenas e desmatamento na Amazônia

Prezados, Em referência à solicitação do Centro de Informação sobre Empresas e Direitos Humanos, a Marfrig Global Foods traz os esclarecimento…[I]importante ressaltar que a Marfrig tem como um de seus pilares estratégicos o desenvolvimento sustentável…[H]á ações concretas para a redução do impacto das suas atividades no meio ambiente. A Marfrig mantém...compromisso público com o “Desmatamento Zero” para o bioma Amazônia desde 2009…[E]stabeleceu diretrizes estratégicas e operacionais que são concretizadas em planos de ação para reforçar o controle da origem da matéria prima que compra, mitigando os riscos de serem provenientes de zonas críticas associadas a desmatamento e condições de trabalho degradantes...Para assegurar o cumprimento de todos os critérios de compra previstos na política e no protocolo, a Marfrig desenvolveu e mantém uma Plataforma de Monitoramento de fornecedores...A ferramenta desenvolvida pela empresa Geoflorestas monitora todas as fazendas que fornecem os animais para as plantas de produção. O sistema cruza os dados georreferenciados e documentos das fazendas com informações oficiais públicas para identificar possíveis inconformidades, coibindo que a matéria prima seja oriunda de fazendas que produzam carne em áreas de desmatamento ou embargadas, unidades de conservação, terras indígenas ou mesmo com uso de trabalho escravo, de acordo com um protocolo de compra. Os critérios...são: - Desmatamento...;- Áreas embargadas...; - Unidades de conservação:...; - Terras Indígenas:...; - Trabalho escravo:...Ainda, como parte do esforço em combater o trabalho escravo na cadeia de fornecimento da Pecuária, a Marfrig aplica desde 2005, o critério de não adquirir animais de nenhum fornecedor que esteja em tal situação…[E]m 2014, logo após o pacto pela erradicação do trabalho escravo se tornar um Instituto (InPacto), a Marfrig reafirmou o compromisso e isso novamente foi destaque em 2018…[A]...Marfrig integra o Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável...

Story Timeline