abusesaffiliationarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upattack-typeburgerchevron-downchevron-leftchevron-rightchevron-upClock iconclosedeletedevelopment-povertydiscriminationdollardownloademailenvironmentexternal-linkfacebookfiltergenderglobegroupshealthinformation-outlineinformationinstagraminvestment-trade-globalisationissueslabourlanguagesShapeCombined Shapelocationmap-pinminusnewsorganisationotheroverviewpluspreviewprofilerefreshnewssearchsecurityPathtagticktooltiptwitteruniversalityweb

This page is not available in Français and is being displayed in Portuguese

Affaire

Brasil: 86 ONGs pedem a parceiros e investidores da Vale que exijam da empresa reparação aos atingidos pelo rompimento de sua barragem em Brumadinho

[Para ler esta história em inglês, clique aqui]

 

O Centro de Informação sobre Empresas e Direitos Humanos convidou 21 empresas a responder sobre cartas de 86 organizações de vários países que tratam de preocupações sobre os impactos e violações de direitos humanos relacionados ao desastre da barragem de Mina do Feijao em 25 de janeiro de 2019, em Brumadinho, Brasil. As cartas também abordam o desastre da barragem do Fundão, considerado um dos piores desastres socioambientais do país. A barragem era de propriedade da Samarco, uma joint venture entre a Vale e a BHP. As organizações alegam que as empresas estão envolvidas nas atividades/cadeia de fornecimento da Vale ou são parceiras da empresa e pedem que elas exijam que a Vale promova a reparação aos atingidos pelo rompimento.

 

As empresas Allianz, Arcelor-Mittal, BHP, BMW, BNP Paribas, Daimler, Deutsche Bank, Ford, HSBC, ING, ThyssenKrupp e Vale responderam. DZ Bank, General Motors, Samarco e Tüv Süd AG não responderam. Informaremos no futuro próximo se as empresas Cargill, Crédit Agricole, Hebei Jingye Group e Nissan responderam.

 

Para saber mais sobre o desastre da barragem de Mina do Feijão em 25 de janeiro de 2019, em Brumadinho, Brasil, clique aqui. Para saber mais sobre o desastre da barragem do Fundão, clique aqui.

Réponses de l'entreprise

ArcelorMittal Voir la réponse
BNP Paribas Voir la réponse
ThyssenKrupp Voir la réponse
Samarco (joint venture BHP Billiton and Vale)

Aucune réponse

TÜV Süd

Aucune réponse

General Motors

Aucune réponse

Deutsche Bank Voir la réponse
Daimler AG Voir la réponse

Story Timeline